sexta-feira, outubro 15, 2010

Asas


Tem dias, como hoje, que sinto uma enorme vontade de girar, girar, girar até ficar tonta e cair no chão, como eu fazia quando era menor.
Olho para o céu e acho a coisa mais linda aqueles pássaros voando, sempre quis ser um pássaro, mesmo querendo tanto eu tinha medo, pássaros migram não é?!
E era disso que eu tinha e tenho tanto medo do que não fica para sempre.
Talvez esse seja o preço da felicidade, aceitar que as pessoas assim como os pássaros também migram.
Minha maior fraqueza é perder as pessoas e a vida me testa a cada segundo, leva tudo embora, mas venho aprendendo a respeitar a vida, o tempo de cada pessoa e acima de tudo minha fraqueza.
Só que eu quero mais do que isso, eu quero tudo aquilo que eu não entendo, ao longo da vida venho acumulando asas.
Quero muito, quero tudo, quero o mundo!
Faço minhas asas em cima das minhas perdas, porque sei que mesmo tendo medo de migrar eu nasci para voar.

"É difícil aprisionar os que têm asas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário