domingo, fevereiro 20, 2011

Me recompor das tempestades.



Já não quero ser grande, forte, inatingível...
Quero ser, por hora, de um tamanho que eu ainda me reconheça, que ainda saiba me encontrar no passado ou um dia no futuro...
Quero ser humana, quero ser carne e osso, quero sentir, quero tocar...
Quero poder ser isso que sou na medida qualquer do tempo, estar sempre pronta a me recompor das tempestades;
Não devo estar tão errada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário