segunda-feira, maio 02, 2011

"O" abraço!



Na verdade eu não quero um abraço só do contato dos corpos.
Esse seria um abraço muito simples, quem sabe automático e extremamente superficial.
O abraço que eu quero ganhar é aquele que tenha um encontro de almas, que os dois corações possam se tocar e bater num mesmo ritmo, acelerado pela emoção que ambos vamos sentir. Quero ganhar um abraço de verdade, desses em que a gente fique sem respirar, não pelo fato de ser um abraço bem apertado mas sim porque o coração vai bater mais depressa, as palavras vou fugir da boca e os nossos ouvidos vão nos proporcionar lindas melodias vindas diretamente dos lugares mais lindos do infinito. Eu quero ganhar um desses abraços que nos permitem viajar pelas nuvens, não enxergar nada que acontece ao nosso redor e que também possa impedir que escutemos quaisquer ruídos. É desses abraços em que os corpos se fundem num só, que seios sejam esmagados por um peito amoroso. Esmagados é modo de dizer, claro.
Quero desses abraços em que seja permitido imaginar caricias de amor, palavras de amor e sonhos de amor. Desses que nos tornem a alma e o corpo mais leves e que não nos surpreendam se começarmos a flutuar. Terá que ser um abraço único, sem igual, como se fosse o último, embora seja sempre considerado como primeiro.
Que seja um abraço que inspire lindos versos, belas poesias e que alimente os mais belos sonhos, ainda que sejam impossíveis sonhos de amor. Não importa quanto tempo dure. O que eu quero é que seja sincero e espontâneo.
Que não tenha falsos pudores e nem uma timidez forçada e enganosa .
Que seja natural, simples, pode até ser daqueles bem românticos mas o abraço que eu quero ganhar que seja único e desses que a gente não esquece nunca. Já ganhei muitos abraços na minha vida. Alguns de felicitações, outros de congratulações, uns de tristeza e pesar e poucos que demonstrassem um verdadeiro e sincero amor. Nem faço questão que possa ser um abraço sensual, instigante ou provocante. Prefiro que isso aconteça em seguida. Mas primeiro, quero sentir o carinho, a firmeza de propósitos e sentimentos. É assim que vejo um verdadeiro abraço.
E é esse o tipo de abraço que eu quero ganhar. Já ganhei uma infinidade desses que são simbólicos, daqueles que num texto, numa mensagem ou num recado aparecem por que o autor ou autora não tiveram uma idéia melhor para se despedir. Não tenho nada contra os abraços simbólicos ou formais. Não tenho nada contra mesmo! No meu caso, até por força da formalidade, já abraçei de forma simbólica e absolutamente natural, e desses abraços que são muito bem representados e completados com os tradicionais tapinhas nas costas.
Já ganhei também abraços supostamente apaixonados mas, não foi difícil perceber que eram ocos, vazios e sem nenhum sentimento puro.
Talvez seja a primeira vez que eu queira e possa ganhar um verdadeiro abraço. Falo desses abraços completos , com muito amor, carinho, sinceridade e que, de tão bons, sublimes e gostosos, não deixam nem a gente perceber que a hora está passando.
Por falar nisso, esse abraço que eu quero ganhar seria tão especial, mas tão especial que o tempo, pobre coitado do tempo, não teria a menor influência ou importância na sua duração.
É como se cada minuto tivesse na verdade trezentos segundos. E olha que trezentos segundos num minuto são realmente significativos! Mas se quer saber, já disse certa vez e é uma excelente oportunidade para repetir, que o muito com você é e será sempre muito pouco. Já dá para se ter uma pequena idéia do quanto estarei emocionado ao ser abraçado.
Afinal de contas, abraços dessa natureza, pelo menos na minha vida, são tão raros que quando vislumbro a remota possibilidade de ganhar um deles, pelo menos "unzinho", me arrepio de tanta alegria.
Não acredito que possa ser um grande sacrifício ou uma enorme dificuldade ganhar um abraço desses. Creio que as chances de ganhá-lo de quem eu gostaria de ganhar são bem maiores do que ganhar um grande prêmio na loteria. E se eu ganhasse um grande prêmio, desses que abalam estruturas, ainda assim eu desejaria muito ganhar esse abraço especial, mas a questão a discutir, se é que teria chances de discutir sobre o tema, é se realmente vou ganhar como gostaria, gostaria não, como estou sonhando acordado para ganhar e bem apertado, sem tempo ou prazo para terminar……

3 comentários: