quinta-feira, abril 19, 2012

O que me move.


Eu não sou auto-suficiente. Eu preciso de palavras bonitas com a mesma freqüência que preciso ir ao banheiro quando minha bexiga aperta, ou tomo água quando a garganta seca.
Eu sou movida a palavras, a sentimentos. Nunca um “eu te amo” fez tanto efeito sobre mim. Eu gosto de abraços fora de hora, de sentimentos demonstrados. De gente sorrindo, de olho brilhando, de lagrimas de emoção.
Eu gosto do simples. Eu gosto das gargalhadas nas horas certas, gosto dos beijos roubados. O que me move são as surpresas, são as noticias boas.
O que me alegra são meia dúzia de palavras bonitas, de sentimentos bons.
Não sinto necessidade de presentes, algumas boas palavras, um texto improvisado, umas flores inesperadas, tudo isso mexe muito mais comigo. Tudo isso me faz acordar sorrindo pro mundo por um mês no mínimo. Atitudes, palavras, bom censo, abraços, carinhos, é isso que me move.

Nenhum comentário:

Postar um comentário