sábado, janeiro 12, 2013

Nas palavras.

 
 
Ao tentar lembrar de um sentimento eu escrevo, ao tentar lembrar de um momento eu escrevo, ao tentar expressar o que eu sinto eu escrevo, ao tentar aprender eu escrevo, ao tentar ensinar eu escrevo.
E de tudo eu escrevo... e o que eu não digo eu escrevo.
A escrita me transforma, a escrita me transporta, a escrita me instiga, a escrita me anima. E em cada pensamento vale uma palavra, vale de ser lembrado se não pode imortalizar um momento que imortalize em palavras porque ela sim tem a verdade em seus atos.
 
 
# Eu sinto orgulho do meu coração, pois ele foi partido, iludido, maltratado, traído e ainda continua funcionando.

quarta-feira, janeiro 09, 2013

Oração diária.

 
 
Todos os dias espero ter da guerra cotidiana um apelo de paz. De tudo e todas as coisas espero... Do olhar espero ter a ternura. Da boa música: a cura. Da impaciência: cautela. Do abraço: proteção. Da ofensa: o perdão. Dos amigos: os leais. Do violão: uma canção. Dos medos: superação. Do coração: um sentimento bom. Do céu: a fé. Das viagens: a melhor lembrança. Da dificuldade: mudança. Do desengano: a esperança. Da queda: recomeço. Da pureza: a paixão. Dos livros: emoção. Do erro: aprendizado. Das tentativas: o segundo passo. Dos dias cinzas: um raio de sol. Das cores: o alívio. Do sentimento: o mais sincero. Das mãos dadas: um apoio eterno. De um dia ruim: o lado bom. Da desumanidade: amor ao próximo. Da música preferida: volume máximo. Dos planos: realizações. Das horas erradas: as boas intenções. Dos pássaros: a melodia. Do pensamento: uma poesia. Do mar: a paz. De todas as manhãs: um bom dia. Dos males: o menor. Do amor: o maior. Dos desafios: competência. Das afrontas: paciência. Da leveza: um suspiro. Da boca: um sorriso. Da insanidade: equilíbrio. Do silêncio: melhor resposta. Dos livros: a melhor história. Das diferenças: o respeito. Das escolhas: bons feitos. Do pesadelo: um novo sonho. Do sonho: o mais perfeito. Da sinceridade: um sentimento. Da dúvida: discernimento. Da borboleta: a liberdade. De uma vida inteira: felicidade.
 
 
 
# E quanto tempo mais vou ter que esperar, até ter alguém que me dê razões pra tornar o que escrevo, realidade?



 

Boa sorte.

 
 
Não adianta implorar para ninguém ficar, fica quem quer. E é por isso que estou deixando você ir. Não estou desistindo, nem sendo fraca. Então vou sumir um pouco, te bloquear da minha mente. Não quero ouvir notícias suas, nem boa, nem ruim. Não vou responder mensagem, não agora. Você precisa sentir falta, precisa ver se realmente me quer. E não é que eu vou estar aqui te esperando, mas amor não acaba fácil. E ainda que eu esteja sendo forte, se você voltar, eu deixo você entrar. Mas cada dia a mais, é algo a menos. E a verdade, você sabe, se tiver que ser a gente se encontra. Boa sorte sem mim.
 
# Todos os dias, logo cedo, dou uma piscadinha para Deus e peço: Tomara que as nossas vontades coincidam. E se não coincidirem, que a Sua prevaleça.

sexta-feira, janeiro 04, 2013

Mudanças.

 
Já errei querendo acertar e já tive acertos que se tornaram erros.
Já fui falsa pelo menos uma vez na vida com alguém que eu julguei merecer, por ter me tratado com a mesma consideração.
Já menti pra esconder algo, já escondi algo pra não ter que mentir.
Já disse não quando tinha que dizer sim e disse vários sim, quando o certo era dizer não.
Já dei vários foras que me arrependi e já me arrependi várias vezes por não ter dado um fora antes.
Quis voltar no tempo e viver vários momentos novamente e já quis me afundar no travesseiro querendo esquecer que vários outros momentos existiram.
Já chorei quando deveria sorrir e já chorei de tanto sorrir.
Já fui machucada e já machuquei outras pessoas.
Já usei alguém e já fui usada.
Já sonhei e acordei totalmente desacreditada da realidade, assim como já vivi realidades que pareciam um sonho.
Todo o meu passado é que me fez quem sou e isso me tornou tão humana como eu talvez não fosse, se não tivesse o direito de errar. Dou valor a quem sou e a quem me tornei, mas, ainda há muito para errar, para acertar, para viver, para conquistar.
A "Luísa" de hoje não é a de alguns anos atrás e não será a mesma de daqui alguns anos mas, uma coisa é certa, me orgulharei de mim no futuro.



# A partir do momento que você começa a acreditar, tudo pode acontecer.