quarta-feira, janeiro 09, 2013

Oração diária.

 
 
Todos os dias espero ter da guerra cotidiana um apelo de paz. De tudo e todas as coisas espero... Do olhar espero ter a ternura. Da boa música: a cura. Da impaciência: cautela. Do abraço: proteção. Da ofensa: o perdão. Dos amigos: os leais. Do violão: uma canção. Dos medos: superação. Do coração: um sentimento bom. Do céu: a fé. Das viagens: a melhor lembrança. Da dificuldade: mudança. Do desengano: a esperança. Da queda: recomeço. Da pureza: a paixão. Dos livros: emoção. Do erro: aprendizado. Das tentativas: o segundo passo. Dos dias cinzas: um raio de sol. Das cores: o alívio. Do sentimento: o mais sincero. Das mãos dadas: um apoio eterno. De um dia ruim: o lado bom. Da desumanidade: amor ao próximo. Da música preferida: volume máximo. Dos planos: realizações. Das horas erradas: as boas intenções. Dos pássaros: a melodia. Do pensamento: uma poesia. Do mar: a paz. De todas as manhãs: um bom dia. Dos males: o menor. Do amor: o maior. Dos desafios: competência. Das afrontas: paciência. Da leveza: um suspiro. Da boca: um sorriso. Da insanidade: equilíbrio. Do silêncio: melhor resposta. Dos livros: a melhor história. Das diferenças: o respeito. Das escolhas: bons feitos. Do pesadelo: um novo sonho. Do sonho: o mais perfeito. Da sinceridade: um sentimento. Da dúvida: discernimento. Da borboleta: a liberdade. De uma vida inteira: felicidade.
 
 
 
# E quanto tempo mais vou ter que esperar, até ter alguém que me dê razões pra tornar o que escrevo, realidade?



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário