sexta-feira, julho 26, 2013

Vínculo.

 
 
Reciprocidade é algo tão, mas tão difícil de se obter nos dias de hoje. Você faz tudo, sacrifica quase o impensável e aprende a se adaptar para estar disponível, liga quando não pode ligar, fica quando não pode ficar, deixa o orgulho de lado, deixa de lado algumas pessoas que têm um interesse a mais apenas para que a outra pessoa não se sinta mal. E no fim das contas, poucas coisas são recíprocas. Não, não é um dever. Mas seria legal se, ao menos algumas vezes, as pessoas não precisassem sempre de uma advertência para pensar que retribuir o sentimento com gestos simples também fica em nossas cabeças por dias. Sem contar o sorriso na boca, ou a lágrima e a sensação de insignificância quando o contrário acontece.
 
"Atrações físicas são comuns, conexões mentais são raras."

sábado, julho 13, 2013

A dor.

 
Às vezes, os sonhos caem no chão como pedacinhos de estrelas que pouco a pouco se apagam. O coração chora em silêncio e quando as lágrimas caem, gelam todo o corpo, e o coração de tanto amar se converte em gelo para não sofrer mais, para não chorar. Mas um dia se eu "voltar ao céu", ainda existirá milhões de estrelas e cada uma é um sonho para cumprir e a força interior derreterá o gelo que ficou no coração. Só não posso deixar de acreditar, porque o amor e os sonhos são a única porta para a eternidade.

"— O que você quer?
— Mais uma dose… Tequila dessa vez.
— Bebida não vai curar sua dor.
Mas vai me fazer esquecer… Pelo menos por um tempo."

segunda-feira, julho 01, 2013

Liberdade.


 
Nunca me senti tão bem, sem pesos sobre as costas e sem lágrimas nos olhos. O meu coração tá tranquilo, sereno e o único amor que tem, é o amor próprio. Não estou correndo atras de ninguém; até porque, quem corre atras de quem não presta é a policia. Minha alma está pacificamente boa e meu espírito cessa alegria, felicidade. Dizem, dizem por ai que a felicidade mais bonita é aquela sem motivos. É tão lindo ser feliz sem precisar das pessoas, sabe por quê? Porque as pessoas um dia vão embora e você tem que se acostumar com a saudade… Depois de tudo isso, to percebendo que a felicidade mais bonita é mesmo aquela sem motivos algum, até porque, não precisar de ninguém é um luxo. Independência é tudo e ainda bem, estou vivendo com ela.


“Desculpa, mas a vida me ensinou a ser realista, pois o otimismo só criou expectativas e junto delas vieram as decepções.”