sábado, setembro 21, 2013

Um dia.



Eu desejo muitas coisas. Desejo uma vida boa, uma casa aconchegante, um carro na garagem, um emprego que me agrade, um homem que me ame e uma criança cambaleando pela casa. Desejo ter motivos para sorrir, mas sorrir de verdade, com vontade, e não para esconder as dores. Me contento com pouco, desde que esse pouco me faça feliz. Mas nem tudo na vida são flores, algumas vezes são espinhos. O céu por exemplo, nem sempre será azul, e o sol nem sempre irá brilhar. Tempestades irão surgir e então tudo se tornará escuro. Ventos por toda a parte irão levar consigo o pouco da esperança que restava de dias melhores. Mas nem toda tempestade dura pra sempre. As nuvens escuras mais cedo ou mais tarde irão recuar. O céu azul voltará, e o sol continuará a brilhar. E os mesmos ventos que um dia roubaram a pouca esperança que restava, serão os mesmos que a trarão de volta.


"Atrações físicas são comuns, conexões mentais são raras."

Nenhum comentário:

Postar um comentário