sexta-feira, dezembro 13, 2013

Respirar.



"Debaixo d'água estava a salvo, estava leve, estava mudo e surdo. Tudo era lindo, tudo era oco. Era um mundo sem perturbações. Seu corpo não pesava, nada escutava e nada precisava dizer. Sem frio, sem calor. Queria que durasse para sempre. Só Deus sabe quanto tempo aquele momento duraria, pois tinha que respirar. Queria adormecer na imensidão do mar, aconchegado no braços de Oxum. Mas tinha que respirar. Tinha que voltar para realidade. Sempre é necessário voltar pra superfície, pro ar. Afinal, temos que respirar."

(Debaixo d'água - Bethânia/Antunes)


Livre. Tranquila. Alma leve. Respirando. Seguindo em frente. 

Seja o que Deus quiser!

Nenhum comentário:

Postar um comentário