sexta-feira, janeiro 31, 2014

Neblina.



Não me pergunte, porque direi apenas "não sei". Não sei o que sinto, o que quero sentir, o que sentir. Sinto o vento, o sol, a chuva e acredito que é isso o que devo sentir. Tento digerir tudo que passou, os erros que cometi e os sonhos que pareciam que me conduzir ao paraíso, hoje tão distante. Então não me perguntem o que foi ou o que é, só sei dizer que sinto uma sementinha, fraca, porém viva, que parece tomar conta do meu corpo e da minha mente.


"Lembrar é fácil para quem tem memória, esquecer é difícil para quem tem coração."

quarta-feira, janeiro 29, 2014

Nas Suas mãos.



De tanto quebrar a cara vi que devo primeiramente me amar acima de qualquer coisa, cuidar de mim, pensar em mim e depois nas outras pessoas. Não valorizou, perdeu; Só espero estar sempre tomando a decisão correta. Pois se for meu, volta, se não for pra ser, Deus sabe o que faz. 



(Meu coração tá 'cheio' de tanto amar errado.)