sexta-feira, janeiro 31, 2014

Neblina.



Não me pergunte, porque direi apenas "não sei". Não sei o que sinto, o que quero sentir, o que sentir. Sinto o vento, o sol, a chuva e acredito que é isso o que devo sentir. Tento digerir tudo que passou, os erros que cometi e os sonhos que pareciam que me conduzir ao paraíso, hoje tão distante. Então não me perguntem o que foi ou o que é, só sei dizer que sinto uma sementinha, fraca, porém viva, que parece tomar conta do meu corpo e da minha mente.


"Lembrar é fácil para quem tem memória, esquecer é difícil para quem tem coração."

Nenhum comentário:

Postar um comentário