quarta-feira, fevereiro 26, 2014

Tão minhas.



"Eu não preciso chora para mostrar que estou triste. Nem gritar pra dizer que sinto dor. Muito menos sorrir pra Deus e o mundo para provar que sou feliz. Não preciso aparentar para ser, demonstrar para estar. Meu mundo acontece aqui dentro, e ele não é menor ou maior que o seu: é simplesmente o meu. Ele é meu com todas as letras, ele é meu em cada palavra, com todos os silêncios, com todos os incêndios. Eu ouvi meu choro, eu escutei meu grito, eu senti minha dor e eu gargalhei em paz sem precisar invadir o seu mundo com coisas tão minhas, com coisas tão lindas, com coisas tão findas que se repetem infinitamente: aqui dentro."
(Anaa menina sem qualidades.)


"Pra nós todo amor do mundo!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário